Domingo, 9 de Abril de 2006

As astúcias da minha Avó

Era eu ainda muito novo e vivia em Lagares com os meus pais (Mamã e Paizinho), meus quatro irmãos (Zinha, Zeca, Marito e Talinha) e minha avó (Vóvó).
Como é normal numa família, muitas peripécias aconteceram. Algumas delas, recordadas agora à distância de duas gerações, são bem engraçadas, embora, na ocasião, pudessem ser coisa séria.
 
Aqui vai uma delas passada, várias vezes, entre os netos (rapazes) e a nossa querida Vóvó.
 
De vez em quando, algum dos manos fazia a sua asneira e a Vóvó, que estava mais próxima de nós, conforme o tamanho da mesma, umas vezes ralhava, outras ia mais longe e chegava a dar ao “criminoso” uma surra.
 
Sabendo disto, quando sentíamos que a asneira ia dar para surra, tínhamos uma táctica:
Na Sala dos Padeiros (local onde comiam os empregados que trabalhavam na padaria) havia uma mesa grande, e, então, era aí que o infractor se metia para fugir à surra, pois a Vóvó não conseguia alcançar-nos para aplicar o castigo.
Muito insistia a Vóvó para que o culpado saísse do improvisado refúgio, mas a lembrança da surra “tolhia” os seus movimentos.
 
É aqui que a Vóvó contra-ataca com a astúcia dos seus muitos anos. Vai buscar uma vassoura e com ela começa a “varrer”, debaixo da mesa, com toda a sua força. Duas alternativas restavam ao refugiado: ou apanhava a surra que merecia, com os movimentos da vassoura, ou agarrava a vassoura para não apanhar com ela.
 
Era esta a alternativa que a Vóvó mais gostava, pois nessa altura, puxava a vassoura para fora e com ela vinha o culpado, muito enfiado, e ao alcance da sua mão que carinhosamente lhe aplicava a merecida surra. Depois de tanta “luta”, a temida surra, era mais uma carícia do que um castigo.
Assim terminava o incidente com a recomendação: “não voltes a fazer outra”!
 
Com esta história quero lembrar-te querida Vóvó de lindos cabelos brancos e dar-te a conhecer aos teus bisnetos e trinetos.
                               
    Tio Fernando
busca por temas:
publicado por Primos Online às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Paula bisneta a 9 de Abril de 2006 às 23:31
Boa Pai!

Gostei muito desta história e de saber que temos mais um cronista na família...Amanhã vou contar a história à Margarida e apresentar-lhe a trisavó.
Bjs!

Paula

congelado

De Tio Mário a 9 de Abril de 2006 às 23:35
Uma revelação!

Os meus parabéns

congelado

De Nuno a 10 de Abril de 2006 às 17:57
Muito bem Tio Fernando. Gostei muito da história. Qualquer dia ainda passamos a livro as histórias deste blog.

Nuno

congelado

De Gui a 11 de Abril de 2006 às 10:21
A leitura desta história troxe-me dois pensamentos, um deles, há que admitir bem mais mundano que os outros:
1. Parabéns papá... Esta história é uma revelação!
2. Que bom ter a oportunidade de conhecer melhor a nossa família e através destas histórias sentir também o carinho desta visavó tão terna!
3.E não menos importante... Que sorte ter nascido na terceira geração e escapar à fúria da vassoura!!!! UFF!!!!

congelado

De Gui a 11 de Abril de 2006 às 10:22
Ups! trouxe-me... não troxe... não há blog sem lapsos linguísticos!!!!

congelado

De Tio Fernando a 14 de Abril de 2006 às 12:01
Em especial para os "caganitos" queria dar uma informação adicional a esta crónica.
A Mamã, vossa bisavó, chamava-se Maria Idalina; O Paizinho, vosso bisavô, chamava-se Aníbal; e a Vóvó, vossa trisavó, chamava-se Maria José.
Já agora, para completar a árvore genealógica o vosso trisavô chamava-se Anastácio. Beijos do tio Fernando

congelado

Comentar post

.pesquisar

 

.posts recentes

. porque ele é bom

. Por favor não use este bl...

. Protopoema

. O Baptizado da Maria

. Descubra se for capaz

. Mergulhando nas raízes

. Postal de Boas Festas

. A Travessia da Serra

. Chi vó, non pó

. Nasceu a Maria !!!

.busca por temas

. caixa de pandora

. canções

. cantinho dos caganitos

. cidade do porto

. conversas de primos

. crónicas de família

. crónicas do luxemburgo

. descubra se for capaz

. diversos

. esboços

. música

. poemas

. posts diversos

. todas as tags

.links

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


.arquivos

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.Search

Loading

.O Sapo Cantor

Dedicado a todos os caganitos
Liga o som, clica aqui e segue as instruções

.Horas


.Música (Radio via Internet)


Música Clássica
I - www.infiniteclassical.com
II - sky.fm 24 aac+
III - inspiration-fm 24 aac+
IV - radio laser classical
V - mpegradio.com

Música de relax
I - ambient musiv4free.org
II - radio mystical

Música do mundo
sky.fm 24 aac+

Música Ambiente
homihomi.com

Rock anos 60/70/80
www.netclassix.com

Instruções
1. Verfique se tem a sua aparelhagem de som ligada.
2. Clique na música do seu agrado e aguarde uns segundos 3. Caso a música não arranque, clique em Instalar Winamp e siga as instruções. Nota: Esta instalação necessita de ser feita uma única vez

.Música (Leitor Audio)


Se gosta da música, compre os discos

.Páginas visitadas


blogs SAPO

.subscrever feeds