Terça-feira, 25 de Abril de 2006

Conversa desatinada

 

Tudo começou por ser um breve comentário à crónica “Desafio de vida”, mas acabou por desaguar nesta carta aberta, amálgama de ideias e sentimentos.

 

Obrigado, Luís, pelo seu testemunho. Sobretudo pela transparência e convicção das suas palavras.Se o seu testemunho fosse de sentido contrário, de igual modo eu lhe diria obrigado. Em que ficamos, então?!

 

Casais divorciados ou famílias unidas?!

 

Crentes, agnósticos ou ateus?!

 

É irrelevante.

 

Deus - que nunca ninguém viu (1) – não se vai importar com o número de casais divorciados ou de outras tantas famílias unidas, mas vai com certeza deixar cair uma lágrima pela incapacidade de uns e outros se amarem.

                         

Crentes, agnósticos ou ateus - prisioneiros da nossa condição humana - Deus não vai querer saber dos nossos rituais ou lutas para nada, mas sim da convicção com que assumimos o nosso próprio caminho.

 

E daí o respeito e a admiração pelo seu testemunho.

 

Gostava ainda de lhe dizer, à laia de desabafo, que cada vez mais tenho a impressão de ir descobrindo Deus onde exactamente Ele não está. Ora aí está uma boa definição daquilo que eu sou. Desatinado. Mas, em todas as famílias há os certos, os certinhos e os desatinados...

 

Mudando de partitura. Apreciei a simplicidade com que descreve a descoberta de que um instrumento, aparentemente arredio dos rituais litúrgicos – o que não é verdade – nos pode afinal conduzir a momentos de grande interioridade.

Mais uma vez as coisas estão onde parecem não estar. Os compositores, sobretudo os do período barroco sabiam-no bem, para já não falar do seu uso nas cerimónias bíblicas no Templo de Jerusalém, ao lado do shofar .

Para que não me acusem de falsa erudição sobre assuntos bíblicos que não domino, da existência do shofar sabia eu há muito tempo. Já, quanto à utilização do trompete nessa época, talvez eu não esteja “a mentir bem”.

 

Sem a aventura em que o João e a Celsa se meteram, eu não estaria para aqui a perorar. Para eles o meu abraço com o desejo que o seu amor “não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure”, como dizia Vinicio de Morais. E que dure sempre, acrescento eu.
     

Tio Mário

                       

                                                           

 

(1) Porque não quero afrontar gratuitamente a fé de ninguém, junto sustentação para este aparte:

 

·         Se alguém diz: eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu. (I João 4:20)

 

·         Com efeito, ninguém jamais viu a Deus tal como Ele é em Si mesmo (Carta Encíclica Deus Caritas Est do Sumo Pontífice Bento XVI, parte 17)

busca por temas:
publicado por Guri Guri às 11:00
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 25 de Abril de 2006 às 12:59
Os certos, os certinhos e os desatinados são uma ficção esencialmente religiosa. Os desatinadios são certos no desatino e os certos e certinhos são desatinados na certeza. Por outro lado, estando em toda a parte, Deus está também onde não está . Peço ao Tio Mário que se lembre de Pessoa e concorde que, mesmo muitos dos que são técnicos, só o são dentro da técnica. Fora dela, são loucos. Ou, nas palavras de outro grande poeta (de seu nome Zé Galinha), todos estamos desenganados pela medicina...

congelado

De Tio Fernando a 25 de Abril de 2006 às 23:29
Mário,

Como eu gostei deste teu desabafo!
O teu desatino "vai-se tornando cada vez mais fino" como diria o já citado Zé Galinha.
Duas frases me deixaram a pensar:
1-"Deus...vai com certeza deixar cair uma lágrima pela incapacidade de uns e outros se amarem"
2-"cada vez mais tenho a impressão de ir descobrindo Deus onde exactamente Ele não está". Permito-me fazer uma alteração na parte final - "onde exactamente Ele parece não estar".
Todos gostamos muito de ti que com os teus desatinos nos fazes testar as nossas convicções.
Tio Fernando (Nando)

congelado

De Tia Guida a 26 de Abril de 2006 às 19:06
Querido Mário
Se soubesses como gostei da frase:«mas vai com certeza deixar cair uma lágrima pela incapacidade de uns e outros se amarem.»Eu só acho que não vai deixar cair uma, mas sim, nunca deixa de chorar pela nossa incapacidade de saber amar.
E se Ele não fosse
infinitamente misericordioso, de certeza nos chamaria burros, por não termos sido capazes de assimilar os seus ensinamentos sobre o amor.
MÁRIO eu quero amar-te! Um beijão
Guida

congelado | discussão

De Paula a 28 de Abril de 2006 às 00:06
Oh meus amigos...isto está de ir às lágrimas...

...e, meu querido desatinado, nunca te vi a desatinar tão bem...

Bjs.


Comentar post

.pesquisar

 

.posts recentes

. porque ele é bom

. Por favor não use este bl...

. Protopoema

. O Baptizado da Maria

. Descubra se for capaz

. Mergulhando nas raízes

. Postal de Boas Festas

. A Travessia da Serra

. Chi vó, non pó

. Nasceu a Maria !!!

.busca por temas

. caixa de pandora

. canções

. cantinho dos caganitos

. cidade do porto

. conversas de primos

. crónicas de família

. crónicas do luxemburgo

. descubra se for capaz

. diversos

. esboços

. música

. poemas

. posts diversos

. todas as tags

.links

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


.arquivos

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.Search

Loading

.O Sapo Cantor

Dedicado a todos os caganitos
Liga o som, clica aqui e segue as instruções

.Horas


.Música (Radio via Internet)


Música Clássica
I - www.infiniteclassical.com
II - sky.fm 24 aac+
III - inspiration-fm 24 aac+
IV - radio laser classical
V - mpegradio.com

Música de relax
I - ambient musiv4free.org
II - radio mystical

Música do mundo
sky.fm 24 aac+

Música Ambiente
homihomi.com

Rock anos 60/70/80
www.netclassix.com

Instruções
1. Verfique se tem a sua aparelhagem de som ligada.
2. Clique na música do seu agrado e aguarde uns segundos 3. Caso a música não arranque, clique em Instalar Winamp e siga as instruções. Nota: Esta instalação necessita de ser feita uma única vez

.Música (Leitor Audio)


Se gosta da música, compre os discos

.Páginas visitadas


blogs SAPO

.subscrever feeds